segunda-feira, 8 de setembro de 2014

CONTUSÕES QUE PARECEM NOVELAS AFETAM O CEARÁ

O CEARÁ sob a administração da diretoria comandada pelo presidente licenciado EVANDRO LEITÃO, tem se notabilizado pelo equilíbrio, organização, estruturação dos departamentos, entre outras virtudes. Passou a ser um clube exemplar. Um fato, porém, vem chamando a atenção nos últimos meses. Contusões que parecem simples, de alguns jogadores, viram novelas com capítulos intermináveis. LEANDRO BRASÍLIA e ASSISINHO são casos emblemáticos neste ítem. Pelas minha anotações, a última partida de LEANDRO BRASÍLIA, foi no dia 26 de abril, na estréia do alvinegro na Série "B", contra o AMÉRICA-MG. Já são mais de 4 meses e o jogador não pode atuar ainda. Outro caso bastante representativo foi o do atacante ASSISINHO. Atuou na final do campeonato cearense, dia 16 de abril, e só depois de 4 meses voltou a atuar. Mais um caso de cura demorada afeta o elenco. Desta vez, o caso do goleiro LUÍS CARLOS, que no jogo contra o AMÉRICA-RN, dia 20 de maio, sentiu dores no ombro e não pode jogar até hoje. Outro goleiro do clube, TIAGO, chegou, jogou 2 partidas e foi para o DM. Está lá desde o dia 2 de agosto. Mais recentemente, tivemos os casos dos dois zagueiros titulares, DIEGO IVO E SANDRO. DIEGO IVO atuou pela última vez, no dia 13 de agosto, quando foi substituído aos 16 minutos do primeiro tempo  do jogo CEARÁ 3 X 1 INTERNACIONAL. Por fim, SANDRO, que se contundiu no jogo contra o BOTAFOGO, pela Copa do Brasil, e não atua desde o dia 27 do mês passado. Os antigos diriam: leva para a rezadeira. O certo é que, jogadores importantes, desfalques frequentes, vão afetando o alvinegro e deixam o técnico SÉRGIO SOARES com problemas para escalar o time, muitas das vezes. No jogo contra o AMÉRICA-MG, na próxima terça-feira, talvez tenha que improvisar dois jogadores na zaga. Contusões e cartões, afastam os, apenas, 4 zagueiros disponíveis no elenco.  

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel