quinta-feira, 4 de setembro de 2014

TORCEDORA DO GRÊMIO NEGA RACISMO

A torcedora do Grêmio, que foi flagrada pelas câmeras da ESPN, chamando o goleiro ARANHA, do SANTOS F. C. de macaco, no jogo envolvendo as duas equipes pela Copa do Brasil, prestou depoimento em uma delegacia de Porto Alegre na manhã desta quinta-feira (04/09). A jovem, confessou que proferiu a palavra macaco com o goleiro, mas, nega que tenha sido uma atitude racista. Além dela, outros torcedores estão sendo convocados para depoimentos. O estranho nessa história, é que um dos torcedores que foram convocados e já depuseram, também é negro. Deverão ser processados por "INJÚRIA RACIAL" que prevê pena de um a 3 anos de prisão. O GRÊMIO, foi eliminado da Copa do Brasil e ainda terá que pagar multa de R$ 54 mil reais. O árbitro goiano, que não relatou os fatos na súmula, foi suspenso por 90 dias e multado em R$ 1.600 reais e os auxiliares foram suspensos por 60 dias e multados em R$ 1 mil reais. Todos os torcedores que foram flagrados pelas câmeras com xingamentos, foram proibidos de entrar em estádios por 720 dias. A torcedora, que simboliza o episódio, orientada pelo seu advogado, mesmo com a cara de ódio (foto), nega prática de racismo e quer que acreditemos que foi uma "brincadeirinha" sem maldade. Parece um "doce" de pessoa, na hora que o sapato aperta. Espero que pague pelo crime, não, só se arrependa.
Foto: NET
  



1 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel