terça-feira, 28 de outubro de 2014

PREJUÍZO DO FORTALEZA CHEGA A 5 MILHÕES

A desclassificação imposta pelo MACAÉ-RJ, em pleno Castelão lotado, a frustração do sonho de voltar à Série "B",  e, consequente eliminação das finais da Série "C", trouxeram um punhado de consequências danosas ao FORTALEZA. Além da dor pela inviabilização do acesso, o impacto junto às finanças do clube, assume proporções gigantescas. Levando-se em consideração que, com a empolgação da torcida pela volta à Segundona, com mais duas possíveis partidas na disputa do título da Série "C", poderíamos projetar duas grandes arrecadações, que trariam aos cofres do clube, junto com mais algumas ações de marketing, em torno de R$ 2 milhões de reais. Somando-se a isso, a receita em torno de R$ 3 milhões, proveniente do direito de transmissão da TV, que os clubes da Série "B" têm recebido, chegamos fácil à conta que o prejuízo gira em torno dos R$ 5 milhões. Como não é possível reverter tamanho prejuízo, cabe à nova diretoria, a ser eleita ainda este ano, traçar novos planos, visto que, nos 100 dias subsequentes, não haverá qualquer atividade profissional no clube, e, no início de fevereiro, começam, para o tricolor, as disputas da Copa do Nordeste e do Campeonato Cearense. Momento de profunda reflexão, para uma reengenharia do clube, no sentido de voltar a ser um FORTALEZA vencedor.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel