sábado, 21 de fevereiro de 2015

CRISE NO CORÍNTHIANS - FUNCIONÁRIOS SERÃO DEMITIDOS

Roberto de Andrtade
Presidente do Corínthians
Foto NET
O novo presidente do Corínthians, empresário Roberto de Andrade, já chegou pregando aviso: "cabeças vão rolar". 
Envolto em uma crise, com dívidas de R$ 313 milhões, sem contar com o empréstimo feito para a construção do Itaquerão, não há outra saída.
Segundo o site "Futebol Interior", do interior de São Paulo, o clube tem atualmente, 977 empregados, cuidando da sua parte administrativa. É como se proporcionalizássemos a situação, e chegássemos à conta de que, o clube tem em média, 40 atletas na categoria principal, e para cada atleta, há um exército de 25 funcionários.
Como não pode mexer nos contratos dos atletas, o corte de despesas de custeio, será feito em diversos setores, entre os quais, no setor administrativo, com redução de despesas e postos de trabalho.
Somente uma forma de receita adicional, como a venda de algum jogador, poderá aliviar a situação imediata do clube. 
Difícil, é encontrar no elenco, um jovem que valha algo em torno de R$ 300 milhões.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel