domingo, 1 de março de 2015

CEARÁ VENCE E MANTÉM TABU

O clássico teve o dedo do técnico Silas, sim. Desta vez, o Ceará entrou disposto a jogar, e, não dar espaço ao Fortaleza
Mesmo sem poder contar com João Marcos e Sandro, o time se comportou com vontade, e abafou o adversário desde o início. 
Enquanto o meio campo alvinegro criava jogadas de gol, o adversário se encolhia, tentando evitar o pior. E conseguiu segurar o placar durante a primeira etapa, de forma heroica.
A primeira oportunidade mais claras, surgiu em uma cobrança de falta aos 15 minutos em que Ricardinho bateu da direita, o zagueiro Gilvan cabeceou, e a bola se chocou com o travessão.
Aos 24 minutos, em jogada muito bem trabalhada, numa triangulação perfeita, Ricardinho tocou para Magno Alves que, num toque sutil, deixou Marcos Aurélio dentro da área, livre, na frente de Deola. O chute saiu rasteiro, por fora, raspando a trave. 
Um minuto depois, Assisinho tocou para Magno pela esquerda, que bateu forte, obrigando Deola a uma difícil defesa. 
Aos 37, mais uma bola na trave. Magno Alves recebeu na frente da grande área e bateu. a bola bateu no travessão e sobrou para Ricardinho que pegou o rebote e chutou em cima do goleiro Deola, perdendo mais uma boa oportunidade.
Essa primeira etapa foi tão desigual, que o Ceará finalizou nove vezes, e o Fortaleza apenas uma, ainda sem nenhum perigo.
Na segunda etapa, Nedo Xavier tirou de campo o Dudu Cearense, colocando Auremir. O meio campo começou a se movimentar mais, a produção do time melhorou, e o jogo ficou mais equilibrado.
Logo no primeiro minuto, o lateral Pio bateu cruzado da direita, de fora da área, e obrigou Luís Carlos a fazer a sua primeira defesa arrojada, no jogo. 
Na sequência, poucas chances surgiram. 
Aos 23 minutos, mais uma vez o travessão salvou o Fortaleza, em cobrança de falta de Marcos Aurélio
O gol que ratificou a superioridade alvinegra, só saiu aos 39 minutos. Magno Alves interceptou um lançamento longo de Correia, avançou em velocidade, e enfiou na medida, para William, que entrara três minutos antes. William soltou uma pancada de pé esquerdo, Deola ainda tocou nela, que estufou a rede.
A vitoria, manteve um tabu de 13 jogos e quase 3 anos, do Ceará,
sobre o Fortaleza, além de manter o alvinegro na primeira posição no Grupo B2, do campeonato estadual. 
O meia Uilliam Correia, foi escolhido pela Equipe Bola na Rede - Rádio A3 FM 91,3 como o "Craque do Jogo".
No próximo sábado, haverá mais uma edição do clássico, ainda pelo campeonato cearense. 

Fortaleza 0 X 1 Ceará

Local: Arena Castelão
Data: 28 fev
Competição: Campeonato Cearense - 2ª fase
Árbitragem: César Magalhães, Samuel Oliveira e Renan Aguiar
Público: 24.872 pagantes
Renda: R$ 488.392,00

Fortaleza: Deola, Pio, Lima, Adalberto e Wanderson; Correia, Vinícius Hess, Dudu Cearense (Auremir) e Samuel (Daniel Sobralense); Lúcio Maranhão e Cassiano (Uilliam);
Técnico: Nedo Xavier

Ceará: Luís Carlos, Tiago Cametá, Charlles, Gilvan e Samuel Xavier; Sandro Manuel, Uilliam Correia, Ricardinho e Marcos Aurélio (William); Assisinho ( (Robinho), Magno Alves (Carlão);
Técnico: Silas

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel