quinta-feira, 16 de abril de 2015

POSSE NA CBF: MUDA A DOR, O GEMIDO É O MESMO

O novo presidente da CBF, assumiu o cargo, na manha desta quinta-feira (16/04), na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Sai Marco Polo Del Nero, que vai para a vice, e entra José Maria Marim, que sai da Federação Paulista de Futebol, e vai para a CBF.
Quando foi "amigavelmente" destituído do cargo, depois de denúncias de corrupção, há cerca de três anos, Ricardo Teixeira, deixou como seu legado à entidade, o seu parceiro José Maria Marim, com o devido apoio da maioria das Federações e clubes brasileiros. Agora, sai Marim e entra o seu parceiro Marco Polo Del Nero, que leva o seu parceiro Marim para a vice-presidência. 
E assim, caminha o futebol brasileiro. 
De melhor futebol do mundo, já caímos para a 5ª posição, segundo o último ranking oficial divulgado pela FIFA. 
Alemanha, Argentina, Bélgica e Colômbia estão à nossa frente.
Se olhamos para os clubes brasileiros, responsáveis diretos pela eleição dos cartolas da CBF, dá dó. 
A relação de inadimplência com impostos federais, dos 25 principais clubes, chega a estratosféricos R$ 6 bilhões de reais. 
Na festa de posse da nova diretoria, que tem 4 anos de mandato pela frente, sorridentes, muitos presidentes de clubes, aplaudiram o ato. 
No meu país é assim! 
Para alegria de uns poucos, e tristeza da massa adepta do futebol, "muda a dor, o gemido é o mesmo!"

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel