terça-feira, 2 de junho de 2015

RENUNCIA BLATTER. FIM DE UMA DINASTIA

Corrupção é coisa séria! Se nem tanto aqui no Brasil, alhures não é tão comum assim. A teia de corrupção que s instalou na FIFA, agora sob investigação dos EEUU, fez rolar a cabeça do todo poderoso presidente Joseph Blatter.
Acabou de ser reeleito para mais um mandato de 4 anos, e já marcou novo pleito eleitoral para o final de 2015 ou no máximo início de 2016.
A prisão de 7 membros ligados diretamente à entidade, já mostrou que a onda não veio para brincadeira. 
Cidadão suíço, o presidente Joseph Blatter viu a cúpula da entidade máxima do futebol ser fortemente maculada, com acusações de corrupção, e findou por ceder à pressão internacional, marcando nova eleição e decidindo que, permanece no cargo, até o novo pleito.
Depois de ser eleito para o seu 5º mandato, Blatter foi questionado pelo presidente da UEFFA, Michel Platini, se deveria renunciar. Respondeu: "Por que deveria renunciar? Isso seria reconhecer que fiz algo de ruim!"
Na segunda-feira (01/06), mais uma bomba foi jogada na areia movediça em que se meteu a FIFA. O seu braço-direito, homem da sua absoluta confiança Jerome Valcke, foi acusado de ter dado autorização para que 10 milhões de dólares da Associação de Futebol da África do Sul, fossem transferidos para a conta do vice-presidente da CONCACAF, Jack Warner, um dos 7 detidos na semana passada. 
Estava caracterizada a fraude, e Blatter se rendeu. 
Só não foi preso ainda, porque é cidadão suíço, e as prisões têm sido feitas por força do FBI, que é norte-americano.
Começa a ser escrita uma nova página do futebol mundial. Esperamos que não fiquemos apenas, na primeira página!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel