sexta-feira, 31 de julho de 2015

TJD pune Ceará e Fortaleza e inviabiliza campeonato cearense

O Tribunal de Justiça Desportiva local, carregou na punição aos clubes, pelas invasões e confusões ocorridas na partida final do campeonato cearense de 2015. Após a primeira punição quando o Fortaleza foi apenado com perda de oito mandos de campo e multa de R$ 15 mil e o Ceará com perda de sete mandos e multa de R$ 10 mil, os clubes recorreram ao pleno e no julgamento, a dose veio bem maior que a primeira. 
Na tarde de ontem (30/07), o pleno determinou que o Fortaleza seja punido com perda de dezenove mandos de campo e multa de R$ 95 mil e o Ceará com perda de catorze mandos e multa de R$ 70 mil. 
Parece exagerada a medida, mas, o que fica posto é que, se temos uma competição deficitária como o campeonato cearense, jogá-la quase toda de portões fechados, torna-a inviável, ou seja, o TJD praticamente decretou o fim do nosso campeonato.
Em 2009, aconteceu fato semelhante com o Coritiba. Na última partida do campeonato brasileiro de 2008, a torcida do Coxa invadiu o gramado do Estádio Couto Pereira de forma bem parecida. 
No primeiro julgamento, o Coritiba foi punido pelo STJD com perda de 30 mandos e multa de R$ 600 mil. Apelou para o pleno e a pena foi reduzida, ao contrário daqui.
No segundo julgamento realizado em março de 2010, o pleno do STJD reduziu a pena de trinta para dez jogos e a multa de R$ 610 mil para R$ 100 mil.
Ceará e Fortaleza deverão recorrer ao STJD, e, caso não seja reduzida a pena, deverão procurar uma forma de amenizar o prejuízo iminente que terão no Campeonato Cearense 2016.
Uma das formas lógicas, seria disputar a competição com um time sub-20, por exemplo, o que acarretaria a perda das cotas de televisão pela transmissão do evento. Outra, seria não disputá-lo, arcando com as consequências que poderia advir de uma licença para não participar da competição, o que seria o fim de um campeonato estadual, tão defendido por muitos pelo Brasil  afora. 

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel