domingo, 5 de julho de 2015

Vitória goleia o Bahia e encosta no G4

O Vitória aplicou uma goleada histórica no Bahia, aguçando ainda mais a rivalidade no futebol baiano, quebrando um tabu de 3 anos sem vencer o rival em casa. 
O Vitória, com a sua vocação ofensiva, característica do técnico Vágner Mancini, foi superior durante toda a partida, aproveitando bem o fato de jogar em casa.
Sem poder contar com Kieza, o Bahia sentiu muitas dificuldades no setor ofensivo.
Guilherme Mattis - Foto NET
O Vitória saiu na frente logo no início da partida. Eram decorridos apenas 4 minutos quando Escudero fez cruzamento e o zagueiro Guilherme Mattis finalizou de cabeça, abrindo o marcador.
A goleada só se configurou na segunda etapa. 
Aos 18 minutos, Escudero cobrou pênalti cometido por Adriano em Diego Renan, fazendo 2 X 0.
Aos 35, Rhayner num toque preciso, deixou Rogério na cara do goleiro, pelo lado direito da área, ele bateu forte e a bola bateu no travessão e caiu na rede.
Vágner Mancini - Foto NET
Vágner Mancini  retirou Elton e colocou o artilheiro do Basil Robert, recentemente contratado. 
O Bahia chegou ao gol somente aos 41 minutos. Escanteio pela direita batido por Souza, houve o desvio na primeira trave e Maxi Biancucchi pegou livre de cabeça para descontar. 
Já nos acréscimos, aos 48 minutos, Robert deixou a sua marca. O artilheiro recebeu fora da área, soltou uma bomba de pé direito e a bola foi no ângulo superior esquerdo do goleiro Douglas, fechando o placar em 4 X 1.
Com a conquista de mais 3 pontos, o Vitória encostou no G4, foi a 19 pontos ganhos em 11 rodadas, ocupa a 5ª colocação, expulsou o tricolor do G4, deixando-o  em 18º com 18 pontos ganhos.
Na rodada cheia da próxima terça-feira, o Vitória vai a Varginha, interior de Minas gerais, enfrentar o Boa Esporte. O Bahia recebe o Paysandu, em Salvador.



Vitória 4 X 1 Bahia

Cocal: Estádio Barradão - Salvador
Data: 04/07/2015
Competição: Série "B" - 10ª rodada
Gols: Guilherme Mattis (4' 1ºt), Escudero (18' 2ºt), Rogério (37' 2t) Maxi Biancucchi  (41' 2ºt), Robert (48' 2ºt);
Arbitragem: Arilson Bispo dos Santos (BA);
Público: 20.945 pagantes
Renda: R$ 494.742,00

Vitória: Fernando Miguel, Diogo Mateus, Guilherme Mattis, Ramon e Diego Renan; Marcelo (Amaral), Flávio (Rogério), Pedro Ken e Escudero; Rhayner e Elton (Robert);
Técnico: Vágner Mancini

Douglas, Tony, Robson, Titi e Marlon; Pittoni (Mário), Souza e Tiago Real; Maxi Biancucchi, Willians Santana, (João Leonardo) e Leo Gamalho;
Técnico: Sérgio Soares

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel