sábado, 22 de agosto de 2015

A impressionante dança dos técnicos no Rio

O Rio de Janeiro continua lindo!
A despeito de ter o campeonato estadual mais charmoso do Brasil, dentro de campo continua com velhos princípios. 
Se no Brasil a troca de técnico por resultados ruins dos times dentro de campo, já é regra, no Rio, parece que a "máxima" é levada mais a sério.
No Campeonato Brasileiro 2015, os clubes cariocas estão em estado sofrível dentro de campo, com apenas o Fluminense ameaçando uma posição melhor vez por outra. Fora de campo não é diferente. O Fluminense faz razoável campanha, porém, até o tricolor já está no 3º treinador.
Com a contratação de Oswaldo Oliveira pelo Flamengo esta semana, chega-se ao impressionante número de 11 técnicos nos 4 grandes do Rio em menos de 8 meses de atividade.
Vejamos a relação por clube.




Flamengo
                Vanderlei Luxemburgo:
(Jan/2015 a 25/05/2015);
Cristóvão Borges
(27/05 a 20/08);
Oswaldo Oliveira:
(21/08 - em atividade);


Fluminense:
                Cristóvão Borges:
(jan/2015 a 23/03/2015)
Ricardo Drubsky:
(24/03 a 20/05/2015);
Ederson Moreira:
                ( 21/05 - em atividade);



Vasco
Doriva:
(Jan/2015 a 21/06/2015);
Celso Roth
(23/06 a 15/08/2015)
                Jorginho
               (16/08 - em atividade);




Botafogo:
Renê Simões
(jan/2015 a 15/07)
Ricardo Gomes
(22/07 - em atividade).


0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel