sexta-feira, 4 de setembro de 2015

A grande diferença das cotas da TV para os clubes brasileiros

Entre as diversas formas de receitas, a que mais injeta valores nos clubes mundo a fora, é o valor de patrocínio da TV.
Na Alemanha, um dos mais importantes dirigentes da Bundesliga, o dirigente e ex-jogador Rummeniggue, advertiu que se o entidade não negociar os valores atuais, o Campeonato Alemão vai perder a sua importância, com a crescente vendas de craques. 
Citou os números entre o futebol alemão e o inglês, fazendo o comparativo do que pagam as TVs que transmitem esses campeonatos. 
Enquanto a Premier League, que gerencia o Campeonato Inglês, negociou o direito de TV por 2,6 bilhões de euros, a Bundesliga, que administra o Campeonato Alemão, negociou por 500 milhões de euros.
É uma disparidade gritante, sem dúvida.
Transformando os valores na nossa moeda, o real, temos os seguintes números, já que a cotação do euro de hoje é R$ 4,30.
Campeonato Inglês:     R$ 10,75 bilhões
Campeonato Alemão:   R$   2.15 bilhões
É lógico que o dirigente alemão tem as suas rações. A Alemanha é campeã do mundo e tem quase todos os craques da seleção, atuando no país.
Agora vamos para uma analogia com o que pagará a TV brasileira a partir de 2016.
A distribuição no Brasil é feita de forma bem singular. 
Os clubes são divididos em 7 grupos, como mostrado abaixo. 
Os 2 do Grupo "A" recebem R$ 170 milhões cada;
Um do grupo "B1" recebe R$ 110 milhões;
Os 2 do Grupo B2 recebem R$ 100 milhões cada;
Um do Grupo 'B3" recebe R$ 80 milhões;
Os 6 do Grupo "C" recebem R$ 60 milhões cada;
Os 6 do Grupo "D" recebem R$ 35 milhões cada;
Os 2 do grupo "E" recebem valores inferiores.
No total, se considerarmos que os dois do último grupo receberão R$ 30 milhões, a TV brasileira paga pelo campeonato, R$ 1,36 bilhão.
Isto quer dizer que o campeonato inglês vale aproximadamente 8 vezes mais que vale o brasileiro.
Abaixo, a composição dos grupos de remuneração no Brasil:

Grupo "A":    Flamengo e Corínthians;

Grupo "B1":  São Paulo;

Grupo "B2":  Palmeiras e Vasco da Gama;

Grupo "B3" Santos;

Grupo "C":   Grêmio, Internacional, Atlético Mineiro, Cruzeiro,                             Botafogo e Fluminense;

Grupo "D":   Bahia, Vitória, Sport, Atlético/PR, Coritiba e                                     Goiás;
 Grupo "E":   Classificados da Série "B".

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel