quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Áribitro processa atleta e quer R$ 78 mil por agressão

Campinas, SP, 09 (AFI) - O acordo que resultou a redução da suspensão do meia-atacante Dudu do Palmeiras de 180 dias para seis jogos - dois já cumpridos - irritou o árbitro Guilherme Ceretta de Lima, que foi agredido pelo jogador na final do Campeonato Paulista nesta temporada. Ele ainda revelou que está processando o palmeirense na Justiça Comum.

Ceretta entrou na Justiça Comum pedindo uma indenização de R$ 78 mil por danos morais. Segundo o árbitro, eleito do melhor do Paulistão, ele ficou marcado pelo lance e acabou prejudicado. O processo corre na 2ª Vara Cível de Votorantim. 

Dudu foi denunciado por agressão ao árbitro Guilherme Ceretta de Lima, na final do Campeonato Paulista, contra o Santos, na Vila Belmiro, em maio. Depois de receber o cartão vermelho, o atleta deu um leve empurrão nas costas do juiz.

Denunciado no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, Dudu foi punido com 180 dias. Nos outros dois julgamentos, o departamento jurídico do Palmeiras tentou desqualificar a denúncia para "ato hostil". Caso o atacante fosse julgado em outro artigo, a punição seria revertida para o número de jogos e seria cumprida somente no Campeonato Paulista do ano que vem.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel