quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Ceará foi superior mas faltou categoria para definir

A partida envolvendo Ceará e Paysandu, pela 22ª rodada da Série "B", não foi de bom nível técnico. Aliás, duas constatações claras se pode depreender do jogo. 
Uma é que o Paysandu rendeu bem menos que se esperava de um time que briga pelo acesso. 
Outra, é que falta qualidade técnica no time do Ceará, para dar algum sinal de recuperação na competição, para uma fuga do Z4.
A cada dia que passa, dá para se notar que o elenco está longe de ser o que o torcedor espera.
Dos onze que entraram em campo, somente o goleiro Luís Carlos e o zagueiro Sandro, são remanescentes do time que ganhou de forma invicta a Copa do Nordeste.
Poucos dos que chegaram após o desmonte, podem ser considerados de bom nível.
O jogo em sí, mostrou um fator positivo, que foi a postura do sistema defensivo. Se nos dois últimos jogos o time tomou três gols em cada, neste saiu-se bem e não sofreu nenhum.
Em uma partida em que o Ceará foi sempre superior ao adversário, com os jogadores mostrando empenho, faltou qualificação técnica para transformar o resultado em vitória. 
De negativo, a minguada presença de público, muito mais em função da falta de confiança em um time sofrível, que inspira pouca esperança de recuperação. o que afasta o torcedor dos estádios. 
Certo que com o empate, alternou com o Mogi Mirim, que empatou e assumiu a última colocação, deixando o Ceará em penúltimo lugar. Só que, ainda, há oito pontos do Oeste, primeiro fora do Z4. 

O zagueiro Sandro, com uma boa atuação, foi escolhido o "Craque Bola na Rede", pela equipe esportiva da RÁDIO A 3 FM 91,3
Com o empate, o Ceará foi a 18 pontos ganhos em 22 rodadas, mesma pontuação do Mogi Mirim, que é o lanterna por haver conseguido uma vitória a menos que o alvinegro cearense.
O Ceará voltará a campo na próxima sexta-feira, para enfrentar o CRB, em maceió, sete da noite.


CEARÁ 0 X 0 PAYSANDU



Competição: Série "B" - 22ª rodada
Local: Arena Castelão
Horário: 19h00
Público: 5.847 pagantes
Renda: R$ 50.767,00
Preço médio por ingresso: R$ 8,68 
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)

Ceará: Luís Carlos; Tiago Cametá, Sandro, Thiago Carvalho e Víctor Luís; CArlão, Guilherme Andrade e Wescley (Alex Amado); Rafael Costa e Siloé (Mazola);
Técnico: Marcelo Cabo

Émerson; Yago Picachu, Pablo, Gualberto e João Lucas; Augusto Recife, Fael, Jhonnatan e Carlinhos (Misael); Betinho (Aylon) e Wellington Jr. (Paulo Otávio);
Técnico: Dado Cavalcanti 

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel