quinta-feira, 1 de outubro de 2015

2016, O ANO DA BASE, SERÁ?


Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, mais conhecido como Lisca ou Lisca Doido, nasceu em Porto Alegre, no dia 11 de agosto de 1972. Lisca é bisneto de Carlos de Lorenzi, ex-goleiro do Internacional em 1919, e neto de Jorge de Lorenzi, que também foi goleiro do mesmo clube na década de 40. O treinador assumiu o comando do Ceará, na quarta-feira, dia 30/09/2015.

Ao analisarmos o currículo do Lisca, logo conseguimos perceber a intenção da diretoria em relação a programação do Ceará para 2016. 
Lisca não foi jogador profissional, tendo seguido a carreira de treinador:
- Nas categorias de base do Internacional, em 1990;
- Na base do São Paulo;
- Retornou para comandar a base do Inter;
- Depois teve sua primeira experiência em comandar elenco               principal, no Ulbra-RS.
- Voltou as categorias de base, dessa vez do Grêmio;
- Após o time gaúcho foi para a base do Fluminense;
- Retorna pela terceira vez, ao comando das categorias de base do     Inter.
- Depois comandou o Brasil de Pelotas, Juventude B, Porto Alegre     e Caxias.
- Depois, foi para o Mato Grosso, onde comandou o Luverdense.
- Em 2012, assumiu o Novo Hamburgo e em julho do mesmo ano, retornou ao comando do Juventude, dessa vez para comandar o elenco principal
- Em dezembro de 2013 foi treinador do Náutico para a temporada     2014. Deixou o comando do clube após a derrota na Copa do           Brasil para o América-RN.
- Em julho de 2014, assinou com o Sampaio Corrêa, após o técnico   Flávio Araújo pedir as contas do clube.
- Retornou ao Náutico em 7 março de 2015 em substituição a             Moacir Júnior.

Vendo este histórico, visualizamos duas situações no alvinegro de Porangabussu:
- A diretoria já jogou a toalha (o que não seria absurdo), e com isso deseja preparar o Lisca para a próxima temporada e desde já iniciar-se o planejamento para a Série C
- A diretoria almeja modificar a política de contratações e vai investir nas categorias de base independente da série que o Vovô disputará na competição.

Só pra registrar segue a lista de título do treinador gaúcho
Nada extraordinário!
- Internacional (categorias de base)
- Campeonato Gaúcho de Futebol Juvenil: 1997, 1998, 1999
- Campeonato Brasileiro Juvenil: 1998
- Campeonato Gaúcho de Futebol de Juniores: 2002
- São Paulo (categorias de base)
- Campeonato Paulista de Futebol Infantil: 1995
- Porto Alegre (Campeonato Gaúcho de Futebol - Segunda Divisão: 2009)
- Luverdense (Copa MT: 2011)
- Juventude (Copa FGF 2012)
- Náutico (Vice Campeão Pernambucano 2014).

Por JP Quintela

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel