segunda-feira, 19 de outubro de 2015

FORTALEZA REVIVE TRAUMA DO MATA-MATA - MAIS UM ANO NA "C"

E o sonho de voltar à Série "B", foi adiado por mais um ano. Parece algo superior, mas, o certo é que, mesmo sendo o primeiro do grupo, pegando o quarto colocado do outro grupo, depois de uma campanha impecável em que foi quase sempre, não só o líder do Grupo "A", como líder geral da Série "C", o Fortaleza caiu diante do Brasil de Pelotas e terá que se contentar com o sétimo ano  seguido, disputando a 3ª divisão do Campeonato Brasileiro.
Depois de perder o primeiro jogo por 1 X 0 em Pelotas, o tricolor precisava vencer por dois gols de diferença para conseguir a classificação. Pressionou, perdeu gols, ficou nervoso e viu o emergente Brasil de Pelotas ficar com a tão almejada vaga.
Um ataque formado por Maranhão e Lúcio Maranhão, que já havia demonstrado, durante toda a competição, a fragilidade na hora da finalização, não foi capaz de produzir dentro de campo os gols necessários à classificação. Quando mais precisou, viu também sucumbirem as suas principais estrelas com atuações apagadas, perdendo oportunidades claras, e com elas, a chance de voltar à Série "B" e frustrou mais uma vez, de forma traumática a sua torcida, que lotou o Castelão, vibrou, incentivou, e sofreu mais novamente a decepção de perder uma grande oportunidade de ascender no futebol.
E de quebra, ainda ter que parar de forma antecipada com um mês de antecedência do final dos contratos da maioria dos jogadores. De positivo, a boa presença de público, arrecadação significativa e dinheiro em caixa para cumprir os compromissos de final de ano. 


FORTALEZA 0 X 0 BRASIL

Competição: Série "C" - Jogo de volta da 2ª fase
Estádio: Arena Castelão - Fortaleza
Data: 17/10/2015
Árbitro: Marcelo Aparecido de Sousa (SP)
Público: 62.903 pagantes
Renda: R$ 2.582.575,00


Ricrdo Berna; Tinga, Lima, Adalberto e Thalyson; Auremir, Corrêa e Ewerton e Daniel Sobralense; Maranhão e Lúcio Maranhão;
Técnico: Marcelo Chamusca

Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Teco e Xaro; Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia e Diogo Oliveira; Maranhão e Lúcio Maranhão;
Técnico: Marcelo Chamusca

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel