quarta-feira, 4 de novembro de 2015

MARIN CHEGA PRESO AOS EEUU - FIANÇA MILIONÁRIA

O ex-presidente da CBF, José Maria Marin, finalmente foi extraditado da Suíça para os Estados Unidos. Na noite dessa terça-feria, Marin chegou devidamente acompanhado por agentes do FBI, e já depôs na justiça. 
Para não seguir direto para uma prisão, teve que pagar uma espécie de fiança/garantia, para ficar em casa, no astronômico valor de  R$ 56 milhões de reais, fazer um depósito de U$ 1 milhão de dólares e dar de garantia o seu apartamento em Nova York no valor aproximado de U$ 3,5 milhões de dólares. Já recebeu uma tornozeleira eletrônica na perna, que o monitorará 24 horas por dia, terá acompanhamento para cada vez que quiser ir ao advogado, ao médico, à igreja ou comprar comida. Cada saída, terá que ser acompanhado por agentes credenciados pela justiça americana.
José Maria Marin com advogado e agentes FBI
Foto: NET
Depois do primeiro depoimento, que durou cerca de 20 minutos, ficou marcado um novo depoimento para o dia 16 de dezembro.
Marin está sendo acusado por haver recebido e compartilhado propinas para a realização da Copa do Brasil e Copa América. Deverá ser julgado pela justiça americana e se for condenado, poderá pegar até 20 anos de prisão.
Os depoimentos, que são em parte divulgados pela justiça americana, preservam nomes de pessoas que ele acusar, para as devidas investigações do FBI. 
Muitos brasileiros que estão envolvido nestas ações delituosas, começam a tremer, aguardando o desenrolar dos depoimentos. 
Gente graúda, inclusive, deverá sobrar para gente importante de imprensa, que sempre esteve envolvida em transmissões desses eventos esportivos citados por Marin.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel