terça-feira, 5 de janeiro de 2016

DELATOR REVELA AO FBI VULTOSA PROPINA DE RICARDO TEIXEIRA

Mais uma denúncia de corrupção, envolvendo o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira. Segundo matéria publicada pelo jornal O Estado de São Paulo, o Estadão estaria de posse de farta documentação fornecida pelo FBI, em que um delator apontou  o recebimento de propinas pelo es-presidente, no astronômico montante de R$ 80 milhões de reais. 
Todo esse dinheiro, teria sido depositado em contas em banco suíço, em nomes de laranjas de Teixeira.
Teriam sido 10 anos de ações ilegais, que começaram em 1990 e se estenderam até meados do ano 2.000, quando era presidente da CBF.
Segundo o FBI, o próximo passo de Ricardo Teixeira, seria conquistar a presidência da FIFA, a exemplo do que fez o seu ex-sogro João Havelange, também sendo investigado pela mesma prática de corrupção.
O nome do delator foi omitido pelo FBI, porém, foram fornecidos indicativos de que é um velho conhecido neste caso de corrupção que o FBI investiga. Seria o principal sócio de uma empresa que tem sede no Brasil e filial nos Estados Unidos.
Pelas características, poderia ser o empresário J Hávila, que está em prisão domiciliar nos Estados Unidos, e teve grande participação na comercialização de direitos de transmissões de jogos, torneios e eventos patrocinados pela CBF, envolvendo a seleção brasileira de futebol.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel