terça-feira, 11 de outubro de 2016

CEARÁ PODERÁ TER RETORNOS PARA PEGAR O NÁUTICO

Não será  desta vez que o técnico  Sérgio Soares terá oportunidade de repetir o time do último jogo. Nos treinos desta semana, terá que escolher alternativas para as mudanças que fará. Mais uma vez, terá que mexer na equipe, agora, por força  do terceiro cartão amarelo do eficiente volante Richardson (foto)

 que, aparentemente,  não  vai ser fácil  para Sérgio  Soares  encontrar  substituto. Sabemos que  ele gosta muito do Baraka mas é pouco provável que possa também, por força de contusão. João Marcos seria a melhor saída mas está longe de poder atuar ainda. Como há um lado positivo para cada situação, quem sabe, num momento de felicidade,  a maré se inverta e o zagueiro Chales e o meia Felipe Menezes (foto)
que estão naquela fase de transição, de repente se tornam opções?  O certo é que o alvinegro tem uma margem muito estreita para trabalhar. As projeções para terminar o ano no G4, apontam no momento,  para 62 pontos, só que esta situação pode variar um pouco a cada rodada. Isto nos remete à necessidade de 6 vitórias nos 8 jogos que faltam. Como no futebol tudo é possível, é dar tempo ao tempo. Uma certeza nós temos: cada jogo agora, os atletas terão que encarar como uma decisão. Se todos pensarem assim, dá para sonhar com o acesso, ainda. A margem de erro está drasticamente reduzida a quase zero.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel