domingo, 30 de outubro de 2016

SE É POR FALTA DE ADEUS, ATÉ 2017 CEARÁ

É verdade que no futebol, quase nada é impossível, porém, não dá para ficar sonhando com milagre a cada novo dia. Se ainda há chances matemáticas, é puro formalismo. A derrota para o Bahia, foi como aquele último suspiro que o paciente dá. Aliás, o que se viu foi o Bahia engolir o Ceará, no segundo tempo. A superioridade técnica do tricolor baiano, foi determinante para abafar o adversário em seu campo, sem qualquer chance de ameaçar o sistema defensivo baiano. Não lembro de uma finalização sequer, do Ceará, na segunda etapa. O gol alvinegro, marcado aos 28 minutos de jogo, foi fruto de uma jogada de gênio do meia Felipe, que aplicou um "elástico" no adversário e fez mais uma assistência perfeita para Lelê marcar. Guto Ferreira, técnico do Bahia, não ficou no banco por suspensão, porém, deu uma arrumada violenta no time, no intervalo e tomou conta da festa, fez 3 X 1 sem ser incomodado. 
Ao final da rodada, a 33ª, o Ceará ficou na 9ª colocação com 47 pontos ganhos e o Bahia, com 53, encostou no G4, ficando a um ponto do Náutico, 4º colocado. 
Se olharmos friamente para os números, vamos ver que, se o time tem 47 pontos e está distante 7 do G4, faltado 15 pontos para disputar, alguém mais otimista vai dizer que está no jogo ainda. 
Que esses mais otimistas continuem com suas esperanças. Eu continuo vendo assim: Se é por falta de adeus, até logo! 
Que venha a Série "B" 2017!
Vou terminar, parafraseando o poeta Neo Pi Neo:
Arrume a mala aê...

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por fazer um comentário, em breve estaremos analisando e liberando sua postagem. Edmilson Maciel